Apresentação do Curso de Formação do projecto SAGRI em Agricultura Sustentável na DGADR – Portugal

SagriprojectSem categoria0 Comments

No âmbito do Curso de Formação de Agricultores em Agricultura Sustentável do projecto SAGRI realizou-se no dia 18 de Julho de 2019 uma reunião em Lisboa (Potugal) na Direcção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) com os parceiros do projecto Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), REGIBIO e Universidade de Évora (UEVORA) e a Direcção de Serviços da DGADR, responsável pela área da formação profissional.

Entre os decisores políticos nacionais com maior relevância para a futura implementação do Curso SAGRI em Portugal, a DGADR é o organismo do Ministério da Agricultura com a responsabilidade do reconhecimento dos cursos de formação profissional na área agrícola.
Na reunião estiveram presentes em representação da CAP, as Eng.ªs Cláudia Gonçalves, Alexandra Brito e Maria Luís Fino, da REGIBIO o Eng.º Vasco Lopes, da UEVORA a Doutora Patrícia Lourenço e da DGADR a Subdiretora Geral Filipa Horta Osório e as Eng.ªs Mª de São. Luís Centeno, Sandra Candeias e Custódia Correia.

A reunião pretendeu, através das três entidades que constituem o consórcio nacional do projecto, dar a conhecer de forma mais aprofundada o conteúdo e os métodos pedagógicos deste inovador curso de formação em Agricultura Sustentável, que permite aos agricultores obter uma Certificação de Participação e Certificação de “Agricultor Sustentável” (Norma ISO 17024), tendo em vista o seu possível reconhecimento pelo Ministério da Agricultura. A Eng.ª Alexandra Brito fez um resumo do projecto e o Eng.º Vasco Lopes falou da estrutura do curso, bem como da utilização da plataforma SAGRI (sagri.regibio.com). Em Portugal, o curso de formação de agricultores foi adaptado ao modelo de implementação necessário para que a formação seja devidamente reconhecida e homologada pelos principais organismos de políticas públicas de educação e formação. No final, as representantes da DGADR mostraram-se bastante satisfeitas com as potencialidades do curso SAGRI, ficando receptivas para a introdução dos módulos, após análise dos conteúdos programáticos, como novas Unidades de Formação de Curta Duração (UFCDs) para certificação de técnicos em Agricultura Sustentável (nível 4).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *