Atividade No. 1: Gestão e Coordenação.

Os objetivos desta atividade resumem-se a:

• Implementação efetiva e concertada do projeto que assegure a) que os objetivos do projeto sejam alcançados, geridos e disseminados de forma coordenada e coerente, juntamente com todas as atividades técnicas e aspetos legais e b) gestão eficiente de tempo e alocação de recursos ao nível do consórcio e coordenação das Atividades do projeto. • Gestão das relações externas do projeto, com a EACEA e outros interessados. • Assegurar a participação externa.• Gestão do risco e plano de contingência. A implementação do projeto será supervisionada por um conselho de gestão. O conselho de gestão colaborará estreitamente com o coordenador e a comissão de garantia de qualidade (ver A6). Todos os parceiros participam das reuniões e opinam sobre o progresso do projeto e possíveis problemas que possam surgir.


Data de início estimada |M1
Data de finalização
estimada
|M36
Organização líder |P1- AGRICULTURAL UNIVERSITY OF
ATHENS

Atividade No. 2: Análise das competências necessárias aos trabalhadores agrícolas
.

A A2

é a atividade condutora que definirá o ponto de partida para as atividades seguintes e as suas tarefas. O principal objetivo é analisar os desafios nas competências dos trabalhadores agrícolas com base em estudos de investigação existentes sobre as 4 necessidades de competências específicas dos trabalhadores agrícolas. Os parceiros basear-se-ão nas necessidades existentes e emergentes de competências no setor agrícola, com foco especial nas "competências ambientais" e "competências digitais".

Mais, nesta atividade de preparação, serão definidas as características e os princípios técnicos do EQF / ECVET / EQAVET e será elaborado um guia sobre a aplicação destes princípios. O objetivo é garantir que todos os parceiros se familiarizem com as ferramentas, estratégias e recomendações do EQF / ECVET / EQAVET e sua relevância para trabalhar com os utilizadores finais. O guia sobre EQF / ECVET / EQAVET será uma ferramenta essencial para orientar os parceiros durante a conceção dos currículos (A3) e a realização dos cursos de formação (A5).

Esta atividade produzirá um relatório detalhado sobre a especificação das necessidades de formação e certificação dos trabalhadores agrícolas, um segundo relatório sobre os avanços tecnológicos práticos do setor agrícola e um guia sobre a aplicação dos princípios ECQ / ECVET.



Data de início estimada |M2
Data de finalização estimada |M8
Organização líder |P5-UNIVERSIDADE DE ÉVORA

Atividade No. 3: Desenvolvimento da formação, avaliação e acreditação.

Esta

atividade é crucial para a implementação do projeto já que produzirá os principais resultados do projeto:

• Módulos de formação, • Testes de auto-avaliação, • Trabalhos com avaliação interpares. • Exame final.

Os módulos de formação basear-se-ão nos resultados da A2 para desenvolver técnicas inovadoras e flexíveis que respondam às necessidades específicas de formação dos 5 trabalhadores agrícolas. O programa respeitará o Quadro europeu de qualificações para aprendizagem ao longo da vida (EQF) e o Sistema europeu de crédito do ensino e formação profissionais (ECVET). O objetivo do currículo SAGRI é proporcionar aos trabalhadores agrícolas as competências, o conhecimento e capacidade para entender e analisar os sistemas agroambientais como ecossistemas naturais modificados pela atividade humana, embora com ênfase nas tecnologias ambientais que podem ser aplicadas para alcançar a produção agrícola sustentável através de uma melhor gestão dos sistemas. O currículo SAGRI integrará os últimos avanços do setor de eco-inovação que já podem ser utilizados pelos agricultores. Mais ainda, o currículo SAGRI será orientado para os resultados, de modo a fortalecer a ligação entre o currículo e os requisitos de trabalho, e proporcionará uma abordagem interdisciplinar e a base necessária para a realização do programa de formação (A4). O currículo SAGRI será um Open Source disponível em todos os idiomas dos parceiros para consulta e / ou download na plataforma SAGRI OER (A4), e as reproduções serão impressas e distribuídas aos interessados durante os vários eventos. O seu desenvolvimento será dividido nas duas atividades a seguir descritas e vários mecanismos de trabalho serão criados e implementados pelos parceiros lideres, tais como diretrizes operacionais, planos de ação, prazos, alocação de recursos, metas a atingir, indicadores de sucesso. Além disso, esses parceiros serão responsáveis pela monitorização e controle de qualidade do produto, assegurando orientação, revisão, validação e avaliação permanentes. Todos os parceiros desempenharão papéis específicos, contribuindo e apoiando o desenvolvimento do currículo SAGRI.



Data de início estimada |M8
Data de finalização
estimada
|M18
Organização líder |P9-E.RI.FO.-ENTE DI RICERCA E
FORMAZIONE

Atividade No. 4: Desenvolvimento da plataforma SAGRI Open Source.

O

objetivo da plataforma SAGRI OER (www.sagri-vet.eu) é oferecer um recurso interativo para promover e aprender em contexto virtual, tornando todos os recursos da formação disponíveis a todos os que os desejem utilizar. Ele irá aumentar a consciencialização nacional e europeia sobre o projeto, a fim de assegurar o seu alcance máximo e assegurando maior impacto e sustentabilidade. A plataforma SAGRI OER incorporará os "Websites de projetos da UE - Diretrizes de melhores práticas" (EC, DG de Pesquisa e Inovação) e aproveitará as boas práticas de HTLM5 para criar layouts, conteúdos, slides de imagens e animações, de forma atraente e com conteúdo informativo válido.

A plataforma SAGRI Open Source criará um Curso de acesso livre e generalizado acessível e que conterá o material de ensino/formação e avaliação desenvolvido no WP3. Para garantir a aceitação dos utilizadores, a plataforma SAGRI será avaliada pelo grupo focal em reuniões que terão lugar em cada um dos países do consórcio.

A plataforma SAGRI estará vinculada ao site SAGRI. Além disso, para garantir a visibilidade, todos os parceiros serão responsáveis por assegurar uma ligação intuitiva entre a plataforma SAGRI e seus sites institucionais para que o público possa aceder facilmente



Data de início estimada |M9
Data de finalização
estimada
|M19
Organização líder |P2-EUROTRAINING EDUCATIONAL
ORGANIZATION

Atividade No. 5: Realização do curso e testes piloto.

Os

principais objetivos da A5 são a realização do curso, testes-piloto, avaliação e revisão do programa de formação, na Grécia, Portugal e Itália. O material de formação 7 e avaliação desenvolvido na A3 será utilizado e revisto. No final desta atividade, esperase que 1500 trabalhadores agrícolas tenham frequentado a ação de formação.

Pilares da A5 :

• Seminários/formação para técnicos agrícolas

• Seminários/formação para agricultores



Data de início estimada |M19
Data de finalização estimada |M36
Lead Organisation |P6-REGIBIO – Formação e Consultoria

Atividade No. 6: Garantia de qualidade.


A qualidade

deve ser assegurada por: i) Um Comité de Garantia de Qualidade que será responsável por aprovar todos os documentos públicos do projeto SAGRI; ii) Um Plano de Garantia da Qualidade, que sistematizará todas as atividades de garantia de qualidade, monitoramento e avaliação;, iii) Um controle de qualidade de todo o Processo e que garanta o controlo contínuo da qualidade. A garantia de qualidade do conteúdo da formação desenvolvida no âmbito do projeto SAGRI será diferenciada da garantia da qualidade dos resultados globais do projeto. A garantia de qualidade dos resultados da A3 e A5 será baseada no EQAVET.


Data de início estimada |M2
Data de finalização
estimada
|M36
Organização líder |P8- UNIVERSITA DEGLI STUDI DELLA
BASILICATA

Atividade No. 7: Avaliação

O

principal objetivo da atividade “Avaliação” é a recolha de dados para melhorar o projeto e garantir que este atinge os objetivos propostos e produz os resultados pretendidos. A avaliação terá lugar ao longo da implementação do projeto e será feita tanto interna, como externamente.



Data de início estimada |M2
Data de finalização
estimada
|M36
Organização líder |P1-AGRICULTURAL UNIVERSITY OF
ATHENS

Atividade No. 8: Disseminação
.

A disseminação

wserá um processo direcionado e sistemático, que não será deixado para o final do projeto. Visa:

- Transferir conhecimento para os destinatários finais.

- Identificar os decisores políticos a contactar nos diferentes níveis geográficos (local, regional, nacional e europeu).

- Disseminar informação sobre os resultados do projeto, especialmente os módulos de formação e os cursos SAGRI, através de ações dirigidas a um público tão abrangente quanto possível.

- Usar o conhecimento adquirido neste projeto para promover a agricultura sustentável, sobretudo através de ações dirigidas aos vários grupos de decisores.

O plano de disseminação detalhado será aprovado pelo consórcio no sexto mês após o início do projeto. No plano de disseminação estarão identificados, para todos os países participantes, os stakeholders estratégicos relevantes a nível nacional e internacional, visados neste projeto e os jornais/publicações e conferências/workshops nos quais os parceiros participarão para disseminar e promover este projeto. Adicionalmente, será 9 promovida uma conferência de disseminação (juntamente com a reunião final do projeto), para apresentar os resultados do projeto a todas as partes interessadas.



Data de início
estimada
|M1
Data de finalização
estimada
|M36
Organização líder |P10-CONFEDERAZIONE GENERALE
DELL’AGRICOLTURA ITALIANA

Atividade No. 9: Exploração
.

A exploração

irá: - garantir a sustentabilidade dos principais resultados do projeto através de um planeamento de exploração apropriado,

- identificar os obstáculos que poderão impedir a concretização de uma exploração bem sucedida pelos stakeholders em particular os trabalhadores agrícolas e os decisores políticos

- garantir o continuo ajustamento da formação para que possa integrar novas competências e desafios ligados a necessidades de aprendizagem dos trabalhadores agrícolas.

- garantir a evolução da comunidade virtual do SAGRI após o termo do projeto, com o envolvimento dos decisores políticos, destinatários finais, agricultores e outros stakeholders.



Data de início estimada |M30
Data de finalização estimada |M36
Organização líder |P7-Confederação dos Agricultores de Portugal